Visto de estudo no Reino Unido

links patrocinados

Olá amigos do Blog de Viagens!
Em plena primavera, nem tudo são flores na terra do chá das cinco, e é sobre uma notícia relativamente desagradável que eu gostaria de comentar com vocês hoje.


Alguns postulantes a visto de estudos no Reino Unido estão encontrando novas (e mais rígidas) regras, impostas pelo orgão conhecido como Home Office. Anunciadas em fevereiro, as novidades já estão em vigor.
Na prática: a Grã-Bretanha está cada vez mais privilegiando quem tiver dinheiro, for mais qualificado e quiser trabalhar pouco. Falando assim, soa justo, uma vez que o reino ainda sofre com os reflexos da crise econômica e muitos britânicos perderam o emprego. No entanto, se você hoje postular, por exemplo, para o visto conhecido como estudo + trabalho (Tier 4, bastante comum e voltado aos estudantes de nível abaixo do universitário) e quiser trabalhar, saiba que a permissão de trabalho foi reduzida de 20 para 10 horas semanais. Esqueça, portanto, conseguir pagar pelo menos o aluguel trabalhando apenas isso.
As empresas, por sua vez, que estimulavam a contratação de estudantes estrangeiros como forma de obter mão-de-obra relativamente qualificada e barata, começam a torcer o nariz para candidatos que só podem trabalhar 10 horas por semana. Crescem, daí, as chances de candidatos integrantes da União Européia (e no caso, quem tiver algum tipo de cidadania européia, que podem trabalhar em período integral).


Apesar de (obviamente) isso não ser declarado publicamente por ninguém, essa medidas passam claramente por decisões de caráter político-eleitoreira, uma vez que as eleições estão marcadas para o próximo dia 6 de maio. E se você já está aqui e quiser renovar o visto, mais notícias ruins: as taxas para a solicitação também vão aumentar.
Você pode solicitar a extensão de duas formas: via formulário enviado pelo correio (cuja resposta é mais lenta mas o preço é menor) e via marcação de entrevista (mais caro, resposta mais rápida). Hoje girando em torno de 300 libras, o formulário deve passar para a casa das 500 libras, enquanto a entrevista, de 500, está prevista para atingir até 700 libras.
Não há previsão, pelo menos, de novas regras para o visto de turismo (até seis meses, sem permissão de trabalho). Mas prepare-se para encontrar agentes do departamento de Imigração mais atentos e rígidos. Portanto, traga todos os papéis que possam comprovar que você pretende mesmo retornar logo ao Brasil (passagem de volta, carta da escola, universidade ou trabalho comprovando uma possível licença, férias etc).
Grande abraço a todos e até à próxima.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui