Prefeitura providencia o retorno de patrimônio arqueológico ao município

links patrocinados

No decorrer dos últimos anos o município de Ilhabela foi palco de pesquisas arqueológicas que, cumprindo a legislação federal vigente, trata das medidas necessárias à obtenção de licenciamento ambiental de qualquer empreendimento modificador do meio-físico. Os estudos desenvolvidos no âmbito desses projetos são fundamentais à compreensão e prevenção de possíveis conseqüências sobre o patrimônio arqueológico decorrentes da implantação dos empreendimentos.
Contudo, parte dos artefatos arqueológicos oriundos de algumas dessas pesquisas realizadas em Ilhabela, foram, na época, remanejados para outros municípios, onde permanecem, portanto, longe dos olhos da comunidade ilhabelense e fora do alcance de pesquisadores desse arquipélago. Esses acervos são formados por diferentes coleções de objetos oriundos do período colonial de Ilhabela, como fragmentos de louças, utensílios de metal e vidro, e também por artefatos pré-coloniais, como a cerâmica indígena e diversos artefatos feitos em pedra lascada e polida.

O Instituto Histórico, Geográfico e Arqueológico de Ilhabela (IHGAI), mantido pela Prefeitura de Ilhabela, por meio da Secretaria da Cultura, recebendo apoio da Fundação Arte e Cultura de Ilhabela (Fundaci), vêm trabalhando no sentido de reaver essas coleções, e, com isso, trazer até a população informações valiosas a respeito de seu passado e de suas origens, contribuindo para o conhecimento científico e o fortalecimento dos valores culturais da comunidade local.
Os primeiros frutos desse trabalho, encabeçado pela arqueóloga Cintia Bendazzoli, que coordena as atividades do Projeto de Gestão e Diagnóstico Arqueológico de Ilhabela (GEDAI), já começaram a aparecer. O IHGAI está apenas aguardando a finalização dos tramites de transferência, no âmbito do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), para que as diversas coleções arqueológicas de Ilhabela possam retornar ao município.
O IHGAI e a Secretaria da Cultura de Ilhabela consideram que os artefatos encontrados em sítios arqueológicos do arquipélago são parte do patrimônio do município e devem sempre que possível permanecer em Ilhabela. Para o secretário municipal da Cultura, Rogério Ribeiro de Sá – Professor Catolé, o “retorno desses significativos acervos arqueológicos para o município abrirá novas perspectivas nos campos científicos e culturais e poderá refletir, inclusive, no remodelamento das exposições arqueológicas montadas pelo Instituto e a viabilização do chamado turismo cultural, abrindo determinados sítios arqueológicos à visitação turística monitorada”

Serviço


Exposição arqueológica Fragmentos do Tempo, dentro da mostra “Faces de Ilhabela”

  • Local: Prédio da antiga Cadeia e Fórum

Praça Coronel Julião de Moura Negrão, 155, Vila

  • Horário de funcionamento: segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 17h
  • Telefone: (012) 3896.1646

Instituto Histórico, Geográfico e Arqueológico de Ilhabela

  • Local: Avenida Princesa Isabel, 1682, bairro do Perequê.
  • Horário de funcionamento: segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 17h
  • Telefone: (012) 3896-5817
links patrocinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui