Começa neste domingo o XII Festac Festival de Teatro Amador

links patrocinados

O tema deste ano é “Degustando a arte” e vai reunir mais de 22 grupos teatrais de Cubatão, outras cidades da região, do interior e até do Rio de Janeiro. As apresentações acontecem de 1 a 15 de novembro.
Apreciar a arte é como degustar uma bela refeição ou uma sobremesa de encher os olhos: não basta sentar à mesa e se alimentar, tem de ser algo prazeroso, quase um ritual. Foi pensando dessa maneira que a Comissão que organiza o FESTAC, Festival de Teatro Amador de Cubatão, decidiu eleger o tema de 2009 como “Degustando a Arte”. O Festival tem início neste domingo (1/11) às 19h30, quando haverá uma instalação teatral sobre o tema, que promete colocar em um prato bastante saboroso, a junção de todas as artes em uma só. O Festival prossegue até 15 de novembro com espetáculos no Bloco Cultural e Teatro do Kaos, com entrada gratuita.


Este ano, o FESTAC reúne 21 companhias teatrais. Importante citar a participação maciça de companhias de Cubatão e de outras cidades como Santos, São Vicente e Guarujá. O Festival rompeu os limites territoriais e contará, também, com grupos de São Paulo, Campinas, São José do Rio Preto e até do Rio de Janeiro. Desta forma, o encontro cumpre seu papel principal, que é o de revelar a produção local e amadora, além de promover o intercâmbio e a integração entre as equipes.
O Festival movimenta a cena teatral na cidade quando, ao mesmo tempo em que o grupo apresenta o trabalho aos jurados, o público tem a oportunidade de acompanhar de perto as peças que serão encenadas no Bloco Cultural e Teatro do Kaos. Os espetáculos foram divididos em mostras competitivas adulto, infanto-juvenil e infantil. Em cada categoria, os prêmios são de R$ 1 mil (mil reais) para o primeiro colocado, R$ 700 (setecentos reais) para o 2º lugar e R$ 500 (quinhentos reais) para o 3º colocado, tendo como jurados Marcelo Colavitto, Renata Zanetta e Gabriela Rabello.


Homenagens – Além das apresentações e das premiações, o FESTAC vai homenagear duas grandes personalidades entre as quais, o vice-prefeito de Cubatão, Arlindo Fagundes. O outro homenageado será Dagoberto Feliz, um dos fundadores do Grupo Folias da Arte. Músico, ator, diretor musical e teatral, Dagoberto sempre defendeu a coletividade no trabalho de encenação e a importância dos grupos, sejam, pequenos ou com grande número de atores. “Minha formação de ator foi dentro do Grupo Folias, então só conheço esse tipo de trabalho. Não sei o que é ser um ator sozinho, tendo de correr atrás de trabalho. Minha carreira artística foi dentro do grupo. Claro que possuo a minha individualidade, minhas características artísticas são preservadas, mas, graças a Deus, nunca precisei fazer nenhum trabalho por obrigação, somente por escolha”, afirma Dagoberto.

links patrocinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui