6 curiosidades que Johnny Cash gostaria que você soubesse

links patrocinados

No dia em que completaria 81 anos, resolvemos homenagear Johnny Cash de um jeito diferente. Ao invés de fazer um “arquivo confidencial”, falando sobre as histórias que todo mundo já conhece, resolvemos selecionar 6 curiosidades sobre a vida e a obra de Cash, pelas quais ele provavelmente gostaria de ser lembrado.

Johnny Cash
Johnny Cash

01# Boom Chicka Boom
Esse foi o nome dado – não se sabe por quem – para o ritmo criado pela banda Johnny Cash and The Tennesse Two. Durante a fase em que foram Cash e +  2, Luther Perkins na guitarra e Marshall Grant no contrabaixo, eles revolucionaram a música pop pra sempre. É sério! E eles nem tinham ideia do que estavam fazendo, de acordo com os próprios. Em 1990, esse nome viraria até título de álbum do cantor. A verdade que só Cash poderia contar: a batida do estilo deles não teria acontecido sem o baixo de Grant.

02# Ciclos da carreira
Cash viveu uma vida intensa, que foi bastante exposta na mídia enquanto viveu e depois no cinema, com o filme Johnny & June. Em relação a carreira, ninguém soube renascer das cinzas como ele. O artista começou a fazer música em 1954 e só parou no ano de sua morte, em 2003. Nesse meio tempo, ele teve diversos motivos para parar: dramas familiares, a dependência em drogas, relacionamentos conturbados, as mudanças na música, o fim das gravadoras, doenças graves, cirurgias… Nada disso o parou por muito tempo, era só esperar uns 3 anos, que lá estava ele criando de novo. Como no aclamado primeiro disco que gravou com o produtor Rick Rubin, ‘American Recordings’. Era Cash, o violão e nada mais. Quer dizer, composições de artistas que ninguém imaginou que ele cantaria, como Tom Waits:

03# Diga-me com quem andas…
Que Johnny Cash viveu e andou com Elvis Presley, Carl Perkins e Jerry Lee Lewis, isso todo mundo sabe. Mas que ele foi amigo de Bob Dylan, Ozzy Osbourne, Willie Nelson, Elvis Costello e Leonard Cohen, poucos lembram. De todos da lista, o mais difícil é imaginar Ozzy e Cash juntos, já que não existe um registro disso. Então, a gente mostra abaixo a parceria entre ele e Bob Dylan. Os dois eram tão amigos, que quase toda semana Dylan ia ao programa de Cash na TV, no final da década de 60 e início de 70.

04# Um cara família que ama prisões
Apesar de nunca ter negado o fundo do poço que viveu por causa do vício, o cantor ia preferir ser lembrado pelas suas características mais humanas. Ele foi casado 2 vezes, e a segunda vez, com a cantora June Carter, foi uma verdadeira história de filme. São 4 filhas e 1 filho. Bastante religioso, Cash escreveu um único livro, sobre o santo São Paulo. O cantor gravou um álbum só com canções cristãs que sua mãe lhe ensinou. A lista de bom moço é longa, entretanto, onde tudo isso se encaixa na carreira que fez sendo o cantor oficial dos prisioneiros e degradados? Ele declarava que era a compaixão pelos pobres e oprimidos, motivo pelo qual também se vestia de preto.

05# Doí, doí doí
Quando o Nine Inch Nails lançou a música Hurt, eles não deviam imaginar a proporção que a música tomaria alguns anos depois quando Johnny Cash a regravasse. Seu último grande sucesso – que estreou em 2002 – veio acompanhado de um clipe que foi premiadíssimo na época e em 2011 eleito o melhor videoclipe de todos os tempos pela revista NME. Um dos mais sensíveis com certeza é.

06# O que fica
Dois meses depois de sua morte, um box de CDs com gravações inéditas de Cash foi lançado. Novamente, nada de esperar o convencional “greatest hits” remasterizado. O que veio foram 4 álbuns com o melhor do músico, novas composições, raridades e covers; como ele cantando Bob Marley, com Joe Strummer, vocalista e guitarrista do The Clash (!). Mais um exemplo do legado de Johnny Cash.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui